Contador de Visitas

quarta-feira, 29 de junho de 2011

CMEI Arnaldo Steckelberg: Caminhada em prol do meio ambiente

O CMEI Arnaldo Steckelberg encerrou suas atividades do primeiro semestre com uma passeata em prol do meio ambiente, uma caminhada com as crianças usando máscaras e roupas representando animais.
Encerramos as nossas atividades do primeiro semestre com uma passeata em prol do meio ambiente. Uma caminhada com todas as crianças do CMEI caracterizadas de animais (máscaras e roupas) ou com viseiras e vestimentas. Todas pedindo a quem nos visse o cuidado que nós precisamos ter com a natureza.
“Viva a natureza!” e “Cuide do Meio Ambiente!” foram nossos ‘gritos de guerra’. Bradamos em alto e bom som essas frases e nos divertimos com a volta dada nos dois quarteirões próximos à creche. Recebemos elogios e sorrisos de moradores que foram às portas e olhares de pessoas que passavam de carro/moto pelas ruas próximas.
Cantamos, também, a música “Vamos cuidar da Mãe Natureza” por todo o trajeto, intercalando com os nossos lemas. As crianças se divertiram muito, assim como as professoras.
Fomos registrados por todo o percurso e agora temos muitas fotos para nos lembrar dessa ‘aventura’. E enviamos algumas delas para vocês.
Uma experiência única e de grande valor para todos nós e uma forma de lembrete a todos sobre a importância de cuidar do meio ambiente. Como também uma ‘sementinha’ plantada na memória de cada criança do nosso CMEI.

Coordenadora Renata Carrijo

terça-feira, 28 de junho de 2011

Capacitação para as novas merendeiras

A Secretaria Municipal de Educação/Serviço Municipal de Alimentação Escolar (SEMAE) realiza em julho um treinamento com as novas merendeiras aprovadas em concurso público e contratadas pelo município. Todas as 53 profissionais contratadas recentemente, estão convocadas para participar deste treinamento marcado para os dias 27 e 28 de julho, das 8 hs às 12 horas, no Centro de Formação dos Profissionais em Educação - CEFOPE - Na Avenida São Francisco, Bairro Jundiaí.
Neste curso as merendeiras serão capacitadas para melhorar a qualidade de manipulação e aproveitamento dos alimentos na hora do preparo da merenda dos alunos. Receberão também informações sobre os assuntos relativos à sua atividade profissional: como deve ser o trabalho em equipe; noções de higiene pessoal e do local de trabalho; cuidados no manuseio e no armazenamento dos alimentos; o valor nutritivo de cada alimento; relação de fornecedores, relação de coordenador/manipuladores, receitas, entre outros.

Programa Segurança Pública e Comunidade

A escola Municipal Dr. Anapolino de Faria desenvolveu neste mês de junho, em parceria com a Polícia Militar, Samu e Corpo de Bombeiros, o Programa Segurança Pública e Comunidade que tem o objetivo de conscientizar moradores de comunidades tidas como violentas, da importância de se manterem afastados de ações ilícitas do mundo contemporâneo como: Exploração Sexual Infanto-Juvenil, Drogas e Criminalidade.
Os alunos da escola foram contemplados com o Programa para que saibam se prevenir e não sejam vítimas de tais problemáticas que assolam muitas famílias. Para tanto tiveram palestras sobre:

  • Exploração Sexual - Polícia Militar
  • Drogas - Polícia Militar. 
  • Primeiros Socorros - SAMU
  • Acidentes Domésticos - Corpo de Bombeiros

segunda-feira, 27 de junho de 2011

INFORMATIVO

Prezado(a) Diretor(a),

informamos que todas as unidades escolares, cmeis e ceis, deverão terminar o Censo Escolar antes de entrarem de férias, portanto agilizem o preenchimento e qualquer dúvida entrem em contato com a Cidinha (estatística).

Atenciosamente agradeço,


--


Professora Angela Isaac
Diretora de Educação

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Escola conclui projeto Fatos Históricos

A Escola Municipal Afonsina Mendes do Carmo, no Bairro São João, realiza no dia 26/06 a culminância do projeto “Fatos Históricos”. Na oportunidade os alunos exporão os trabalhos produzidos, na forma de poesias, redação, dissertação e narrativa, versando sobre a história da Unidade Escolar.
Os alunos são orientados pelos professores a trabalharem os fatos alusivos à escola, levantando dados que dizem respeito à Professora Afonsina, que deu nome à escola, os primeiros professores, os diretores que passaram pela unidade escolar, número de alunos, etc.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Arraiá do seu Dotô Anapolino

O mês de Junho é caracterizado por danças, comidas típicas, bandeirinhas, além das peculiaridades de cada região. A tradição de comemorar o dia de São João veio de Portugal, onde as festas são conhecidas pelo nome de Santos Populares e correspondem a diversos feriados municipais. O lugar onde ocorrem os festejos juninos é chamado de arraial, um espaço ao ar livre cercado ou não, e onde há barracas ou um galpão adaptado para a festa.
No Brasil, essa festa ganhou novo formato, com mais cor e alegria e com trejeitos regionais. No arraiá do Sinhô Anapolino, a festa foi comemorada dia 11/06/11 e teve início às 15h com a presença de muita cumade e muito cumpade. A festança foi animada com músicas típicas, quentão (sem álcool), pé de moleque, bolo de fubá, canjica e muita dança.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

SEMED orienta escolas para o trabalho no período de férias

Por meio da Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura de Anápolis encaminhou ofício circular às Unidades Escolares repassando algumas orientações acerca da dinâmica da Secretaria e das escolas no período de férias (01 a 31 de julho).
Para dar continuidade ao atendimento à comunidade escolar, a Secretaria informa que o horário de funcionamento das Escolas e dos Centros Municipais de Educação Infantil será das 7:30 horas às 12:30 horas todos os dias, se segunda a sexta-feira. Já a SEMED funcionará normalmente, das 08 às 12 e das 14 às 18 horas.
Os professores da rede municipal terão férias coletivas no mês de julho, se afastando do trabalho durante todo o mês. Quanto aos servidores administrativos, somente se afastarão aqueles autorizados e que apresentaram a solicitação através de Ofício encaminhado ao Setor de Recursos Humanos da SEMED.
Já os servidores administrativos e professores recentemente concursados, com menos de um ano de trabalho, não têm direito a férias no mês de julho e deverão cumprir escala de trabalho elaborada pelo gestor, de modo a atender as necessidades da unidade escolar onde estão lotados.

sábado, 18 de junho de 2011

Arraiá du Zé de Assis

Oi Gente!
 
Foi com muita alegria que no último sábado, dia 11/06, foi realizado na E. M. José de Assis o Arraiá du Zé de Assis, a escola contou com a presença em massa de todos os funcionários e comunidade, festejando e se divertindo. Um momento de interação entre comunidade e ambiente escolar.



sexta-feira, 17 de junho de 2011

Audiência Pública - Infância e Juventude

A Secretaria Municipal de Educação participou ontem no plenário Teotônio Vilela da Câmara Municipal da Audiência Pública que abordou questões ligadas a infância e juventude de Anápolis com ênfase dos projetos desenvolvidos pelo setor público. Foram discutidos as políticas públicas implantadas em nossa cidade para atenderem cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes referentes à educação, saúde, alimentação, esporte, cultura, etc. Dentre os projetos da Secretaria de Educação foram citados alguns como o Projeto Zatopek, Esporte Escola, Árvore Para Todos, Samuzinho, Bombeiro Mirim, Escola Viva, Programa Mais Educação, Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência, Programa Saúde na Escola, Transporte Escolar, Merenda, etc. Estes projetos são trabalhados ao longo de todo ano com os alunos contando com o apoio de outras secretarias, da iniciativa privada, órgãos públicos estadual e federal e do Governo Federal.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Fórum de Políticas para Mulheres exalta o trabalho da Secretária de Educação



A Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social/Diretoria de Políticas para a Mulher, promove nesta quarta e quinta-feiras o 1º Fórum Municipal de Políticas Públicas para Mulheres.
A abertura oficial, ocorrida às 09 horas, contou com as presenças de vários representantes do municípios.
A secretária Virgínia foi citada juntamente com outras mulheres de destaque em Anápolis como Natalina Fernandes, Carla Santillo, entre outras. O vice-prefeito João Gomes destacou o papel desempenhado pela professora Virgínia no comando da pasta da Educação. Representando o prefeito Antônio Gomide, João Gomes salientou a importância da mulher para a humanidade e para a vida familiar.


A diretora de Políticas Públicas para Mulheres, Erondina Morais, em seu discurso de abertura, também destacou a iniciativa como sendo mais um esforço da Prefeitura na luta pela transformação social, argumentando que o objetivo do Fórum é criar um espaço para escutar as propostas das mulheres anapolinas e, assim, definir futuras ações do poder público para trazer melhorias nesse sentido. As propostas discutidas e aprovadas pelos participantes serão levadas ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e à Diretoria de Políticas Públicas das Mulheres.

Hora de Animação: Festas Juninas e da Colheita!


 

A Prefeitura de Anápolis, através da Secretaria Municipal de Educação e das Escolas e Centros Municipais de Educação, se movimenta durante todo este mês para promover as tradicionais festas juninas e da Colheita. Todos os sábados são festivos ns unidades escolares neste mês, com cada escola promovendo o melhor para suas crianças que tem o direito de levar seus pais e convidados para a festa.
 
 
 
No dia 04 /06 um grupo de escolas fez sua festa junina, como foi o caso do CMEI Gracinda Mia da Silva; no dia 11/06, outro grupo promoveu sua festança, como foi o caso da Escola Deputado José de Assis, que reuniu a comunidade escolar do Bairro de Lurdes no animado “Arraiá du Zé de Assis”, em bons momentos de interação entre comunidade e o ambiente escolar (fotos).
No dia 18/06, outro grupo de escolas estará promovendo sua festa junina e, por último, no dia 25, o último grupo fecha o ciclo de festas. A grade maioria das escolas enviou convites à Secretaria de Educação, que tem prestigiado os eventos nas pessoas dos seus servidores. Detalhe: cada convite exige a criatividade das Escolas, que produz a peça em alusão à festa. Alguns vêm recheados de guloseimas normalmente consumidas nestes eventos. A SEMED agradece os convites e parabeniza as gestoras e equipe pedagógica pela criatividade. 




Ciclo de palestras sobre saúde movimenta a Escola Dr. Anapolino





A equipe de trabalho da Escola Dr. Anapolino de Faria (Bairro Calixtolândia) vem executando uma série de atividades em favor dos alunos, com reflexos importantes sobre todos os componentes da comunidade escolar. Recentemente, em parceria com o Senac, a Escola promoveu um ciclo de palestras sobre diversos temas voltados à área da saúde. Os alunos do Curso Técnico em Enfermagem acompanhados pelas instrutoras ministraram palestras sobre “Os mitos e verdades sobre exercícios físicos”; “DST/AIDS o que uma criança precisa saber”; “Alimentação Saudável - Um jeito de crescer super-herói” e “Saúde Bucal”.

Na avaliação da coordenadora Pedagógica, Graziela Dânia Silva Lima, o evento foi muito rico em conteúdo, repassando muitas informações às crianças. “Com linguagem própria para a criança e o adolescente entender, eles foram informados sobre estes assuntos e foram incentivados a multiplicar o conhecimento obtido junto aos seus familiares”, diz a coordenadora.

Dia das Mães

Outro evento muito importante ocorrido na escola e que reuniu em massa os pais foi a comemoração do Dia das Mães. Realizada no dia 20 de maio, a Festa das Mães se constituiu em um dia especial e exclusivo para as mamães da comunidade Dr. Anapolino Silvério de Faria. A equipe gestora, comandada pela professora Maria do Carmo Cardoso, esmerou na organização e preparou um jantar para as mães, tendo strogonoff como o prato principal. Música ao vivo, brincadeiras, presentes e alegria marcaram a data.

terça-feira, 14 de junho de 2011

CMEIS: vacinação contra paralisia infantil



Através do trabalho conjunto das Secretarias Municipais de Educação e Saúde, a Prefeitura de Anápolis iniciou a vacinação das crianças dos Centros Municipais de Educação Infantil. Todas serão imunizadas contra a poliomielite (paralisia infantil). Iniciado nesta segunda feira, dia 13, o trabalho se estenderá ao dia 17, sexta feira.

O objetivo é alcançar 100% das crianças assistidas pelo município através dos CMEIS E CEIS.

Os pais devem enviar o cartão de vacinação dos filhos para que os vacinadores façam a devida anotação no documento.

Mais sobre a poliomielite

A imunização das crianças é feita com uma única gotinha de um medicamento totalmente eficaz contra a poliomielite, porque permite imunidade intestinal e corporal: a vacina Sabin. Criado pelo médico polonês Albert Bruce Sabin, e lançada no mercado no ano de 1961-62, o remédio previne contra a doença infectocontagiosa que é causada por um enterovírus, denominado poliovírus, que acomete as crianças, na maioria dos casos, mas podendo também ocorrer em adultos.

A transmissão desta doença ocorre através de contato direto com as fezes (via fecal) ou gotículas expelidas pela boca da pessoa infectada (via oral).

Sintomas

A poliomielite se manifesta através de sintomas como: febre sem causa aparente, infecções, meningite asséptica, paralisia e óbito. Porém, seu quadro mais comum é a paralisia que afeta em geral os membros inferiores, e esta, costuma surgir de forma súbita, vindo acompanhada de febre, assimetria, flacidez muscular, sensibilidade conservada e seqüela após dois meses do início da enfermidade.

Ambientes onde as condições sanitárias e de higiene são inadequadas são propícios ao vírus. Crianças de baixa idade, ainda sem hábitos de higiene desenvolvidos, estão particularmente sob risco.

A poliomielite foi erradicada das Américas em 1994, da região Ocidental do Pacífico em 2000 e da Europa em 2002. Entretanto, persistem focos na África e no Sudeste Asiático.

Projeto Horta Agroecológica produz alimentos para a merenda em Interlândia





A Prefeitura de Anápolis, através da Secretaria Municipal de Educação/Escola Municipal Inácio Sardinha de Lisboa, localizada no Distrito de Interlândia, executa um projeto ecologicamente correto. Trata-se do Projeto Horta Agroecológica, que visa produzir alimentos pelo sistema orgânico, sem agrotóxicos. A Unidade Escolar é pioneira no desenvolvimento deste projeto que envolve toda a comunidade escolar.

O diferencial desta Horta Agroecológica é a execução do processo de compostagem, que consiste na utilização das sobras dos alimentos da merenda escolar, para adubação dos hortigranjeiros cultivados. Sob a orientação dos professores Eucárice, e Wantuides, os alunos recebem as explicações nas salas de aula e exercitam a prática nos canteiros das hortaliças.

Após o preparo dos canteiros, eles são cobertos com lona plástica e, em dias alternados, os detritos são revirados para que a decomposição ocorra uniformemente. O final do trabalho é a colheita dos produtos saudáveis que são utilizados no preparo da merenda escolar. As plantas ornamentais embelezam o ambiente com suas flores e folhas coloridas, enquanto que as plantas medicinais são utilizadas para combater as pragas, com o seu aroma ou odor:

Na fase da colheita, os professores também aproveitam a circunstância para ministrar aula. Os professores de Língua Portuguesa e Artes exploram o ambiente para buscar inspiração nas produções tanto escrita, quanto artística. A professora Ireni Freitas, do 1º ano, trabalha na horta a letra "C", colhendo cenouras e interdisciplinando o conteúdo do valor dos orgânicos e seus nutrientes. A presença dos alunos na horta é constante, pois a cada disciplina aproveitam para ampliar os conteúdos propostos. (Colaboração professora Eucárice Cabó; fotos: Eucárice Cabó). (mariadorosariovieira - As. Comunicação SEMED)

SEMED orienta escolas para o trabalho no período de férias

Por meio da Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura de Anápolis encaminhou ofício circular às Unidades Escolares repassando algumas orientações acerca da dinâmica da Secretaria e das escolas no período de férias (01 a 31 de julho).

Para dar continuidade ao atendimento à comunidade escolar, a Secretaria informa que o horário de funcionamento das Escolas e dos Centros Municipais de Educação Infantil será das 7:30 horas às 12:30 horas todos os dias, se segunda a sexta-feira. Já a SEMED funcionará normalmente, das 08 às 12 e das 14 às 18 horas.

Os professores da rede municipal terão férias coletivas no mês de julho, se afastando do trabalho durante todo o mês. Quanto aos servidores administrativos, somente se afastarão aqueles autorizados e que apresentaram a solicitação através de Ofício encaminhado ao Setor de Recursos Humanos da SEMED.

Já os servidores administrativos e professores recentemente concursados, com menos de um ano de trabalho, não têm direito a férias no mês de julho e deverão cumprir escala de trabalho elaborada pelo gestor, de modo a atender as necessidades da unidade escolar onde estão lotados.

Remoções

Quanto às remoções, a SEMED informa que serão feitas somente nos casos que não resultem em prejuízo ao andamento das unidades escolares /CMEIS, e informa, ainda, que as remoções, se autorizadas, serão feitas somente nos dias 29 e 30 deste mês, com início na escol da nova lotação, no dia 01 de agosto.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Anápolis está entre os 5% dos municípios que concluíram o LSE







Um café da manhã realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação com as presenças do prefeito Antônio Gomide e da Secretária de Educação, celebrou o encerramento com êxito do projeto LSE (Levantamento da Situação Escolar) executado junto às Escolas Municipais e Centros de Educação Infantil da Rede Municipal, por exigência do Ministério de Educação/Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Para executar o LSE, a Prefeitura mobilizou as Secretarias de Educação, Desenvolvimento Urbano, e Procuradoria Geral do Município. Ao todo, 40 servidores trabalharam no projeto e o concluíram dentro do prazo estabelecido pelo MEC. A propósito, Anápolis está entre os 5% dos 5.564 municípios brasileiros (cerca de 280 municípios) que concluíram o LSE em tempo hábil, realizando o levantamento com todo critério, atendendo todos os parâmetros estabelecidos pelo MEC/FNDE.

O LSE é um sistema de coleta de dados para levantar todas as informações sobre as escolas, verificando as condições da estrutura física, do material didático, dos equipamentos e do mobiliário. O LSE visa, entre outros objetivos, identificar o nível de cumprimento dos índices que compõem os Padrões Mínimos de Funcionamento da Escola – PMFE de cada unidade da rede; e propor prioridades de atendimento.

Agradecimento

Ao se pronunciar em agradecimento aos servidores, a secretária de Educação Virgínia Melo frisou a importância do trabalho dizendo que com o LSE, a equipe conseguiu a proeza de realizar detalhadamente o diagnóstico de cada escola e centro municipal de educação infantil. “Este levantamento foi muito bem trabalhado e se constitui em uma ferramenta que oferece os subsídios necessários para se fazer um planejamento minucioso que nos possibilitará carrear verbas e benefícios muito maiores para a nossa rede escolar”, observa.

A secretária agradeceu a todos os integrantes da equipe e exaltou os servidores Marcelo Bento, da Procuradoria Geral do Município; Daniel Fortes, da Diretoria de Habitação e Urbanismo; ao engenheiro Mayron Rocha, e às professoras Ivoine Brasil e Ivanete que tiveram atuação decisiva na realização do trabalho. Elogiou também a postura dos gestores que deram toda a colaboração para a realização do LSE. Ivoine Pacheco também exaltou a equipe pela excelência do trabalho realizado. Dizendo acerca da importância do LSE, afirmou que os executantes do projeto “talvez não tenham noção da dimensão do mesmo, tamanha sua importância para o futuro das escolas”.

O prefeito Antônio Gomide fez questão de estar presente no café da manhã, para pessoalmente, manifestar sua gratidão pelo “empenho e desempenho da equipe na realização do LSE”. Declarou que “a Prefeitura fez o dever de casa”; e que, agora, apresentando este documento ao MEC, terá condições de obter uma resposta mais rápida quando pleitear mais recursos para atender as necessidades das escolas.

O servidor Luís Antônio do SIGE (Sistema Informatizado de Gestão Escolar) abriu o café da manhã com uma música e uma oração em agradecimento pela conclusão do trabalho proposto.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Anápolis marca presença no III Encontro dos Fóruns Estaduais de Educação Infantil da Região Centro Oeste e mostra avanços



Através da equipe da Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação, formada pelas professoras Suelene, Elizete, Irene e Nair, a Prefeitura de Anápolis marcou presença nos dias 08 e 09 últimos, no III Encontro dos Fóruns Estaduais de Educação Infantil da Região Centro Oeste, que terminou com a elaboração da Carta de Goiânia,
documento que registra os avanços da Educação Infantil na região e enumera os melhoramentos pleiteados para o setor. A Carta de Goiânia complementa as Cartas de Belém/PA, e de Campo Grande/MT.
Promovido pelo Movimento Interfóruns de Educação Infantil (MIEIB), e realizado no auditório da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, em Goiânia, o Encontro debateu vários temas de importância para a Educação Infantil no Brasil. Um destes temas foi dissecado pelo professor Dr. Luiz Fernandes Dourado, da UFG, que abordou a questão do “Novo PNE: Elementos para se pensar uma educação de qualidade”.
Avanços
Segundo a professora Elizete Campos, da Educação Infantil da Rede Municipal de Anápolis, uma presença forte no Encontro foi a da coordenadora Geral da Educação Infantil do Ministério da Educação, Rita de Cássia de Freitas Coelho, que esclareceu várias dúvidas dos participantes.
A servidora do MEC apresentou a Nota Pública sobre o arquivamento do projeto de lei 75/2011, que estimula a criação de creches domiciliares para crianças de até 3 anos, atendendo filhos de mães trabalhadoras que moram na vizinhança; definindo que, para se abrir uma creche a pessoa responsável, denominada mãe crecheira, deverá ter escolarização igual ou equivalente ao ensino fundamental e deverá fazer um curso de no mínimo, 20 horas. A relatora do projeto apresentou parecer contrário, sendo o mesmo arquivado.
Durante o III Encontro dos Fóruns Estaduais de Educação Infantil da Região Centro Oeste ficou evidenciada a posição de vanguarda de Anápolis em relação aos demais municípios do Centro Oeste. Em termos de Educação Infantil, Anápolis encontra-se à frente de muitos municípios, com mais de 40% dos professores pós-graduados, enquanto que em muitos, os professores têm apenas formação Básica (Ensino Fundamental); Anápolis também avançou em termos de salários, com a aplicação do piso salarial; Plano de Carreira do Magistério Público; formação do Conselho Municipal de Educação e outros benefícios.

Fraternidade e a vida no planeta



Através da Secretaria Municipal de Educação, por intermédio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Deputado José de Assis, a Prefeitura de Anápolis realizou, no dia 06/06, segunda feira, o projeto “Fraternidade e a vida no planeta”, com o objetivo de envolver mais pessoas no trabalho de conscientização sobre a preservação do planeta terra.
Com a participação de todos os alunos, sob a coordenação da gestora Ivana Tomé, o projeto mostrou que não tem idade para que cada um faça sua parte. Através de jogral, transmitiram a mensagem de que é possível proteger e preservar o mundo em que vivemos.
Com atos concretos, os alunos mostraram suas ações em favor do Meio Ambiente. Um deles, “Seu” Antônio, defensor incansável do meio ambiente, mostrou com gestos, o que faz com freqüência para garantir um pouco mais de oxigênio na terra. Voluntariamente ajuda a regar as árvores plantadas no pátio da Escola durante o projeto “Árvore para todos”. Foi até condecorado pela sua incessante defesa em favor da vida, pois acredita em sua contribuição para o planeta. E através de jogral, transmitiram a mensagem de que é possível proteger e preservar o mundo em que vivemos. “Fraternidade e a vida no planeta” foi mais um esforço para conscientizar acerca da importância do meio ambiente, de conservá-lo para nós e para as gerações futuras.

Prefeitura conclui levantamento da rede municipal de ensino

Na próxima segunda feira, 13 de junho, através da Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura de Anápolis promove um café na manhã, nas dependências da pasta, com duas finalidades: comemorar o encerramento exitoso do trabalho de Levantamento da Situação Escolar (LSE), e agradecer o empenho da equipe que levantou todos os dados das escolas que, reunidos em um documento, serão repassados às autoridades federais.

Este levantamento, feito pela SEMED em parceria com o com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Procuradoria Geral do Município e a Diretoria de Habitação e Urbanismo da cidade, mostra a real situação das unidades escolares da Rede Pública Municipal. Uma a uma as escolas foram visitadas, levantando-se a situação da sua infraestrutura física, dos equipamentos, do mobiliário, dos materiais didáticos, recursos humanos e acessibilidade.

De posse destas informações contidas no documento a ser enviado pela Secretaria Municipal de Educação o MEC, o Ministério terá condição de elaborar um planejamento detalhado para atender a rede municipal de Anápolis em suas necessidades.

O município de Anápolis realizou o LES para cumprir exigência do Plano de Ações Articuladas (PAR) para adequação dos estabelecimentos de ensino aos Padrões Mínimos de Funcionamento da Escola (PMFE). Somente comprovando a aplicação do LES a Prefeitura poderá pleitear recursos para melhorar as escolas.

3ª Reunião de diretores

No último dia 08/06 aconteceu a 3ª reunião de diretores na qual foram tratados assuntos como LSE, Avaliação Institucional, entre outros.

Abaixo seguem os slides da reunião.

CEFOPE - I Seminário de Prática de Letramento e Processo de Alfabetização

Prezados, professores dos anos iniciais do ensino fundamental, coodenadores pedagógicos, gestores, e profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino de Anápolis, vocês terão a oportunidade de participar do I Seminário de Prática de Letramento e Processo de Alfabetização. A equipe do Centro de Formação de Profissionais em Educação (CEFOPE) promoverá no dia 14/06 às 19 horas em seu auditório, este seminário com o tema: "Reflexões Sobre a Prática de Alfabetizar Letrando".
Serão discutidos os temas: Alfabetizar e Letrar - Um diálogo entre a teoria e a prática; Alfabetização e Letramento; Ler e Escrever na Escola o real, o possível e o necessário; Como as Crianças Aprendem e Como o Professor Pode Ensiná-las a Escrever e a Ler; Estrátegias de Leitura; Escola, leitura e Produção de Textos nas séries iniciais desenvolvendo as competências da escrita.
Além deste evento, o Centro de Formação abre inscrição neste mês de junho aos professores da rede municipal para diversos cursos que serão ministrados no segundo semestre 2011. São estes alguns dos cursos: Utilizando as Mídias no Contexto Escolar, Introdução à Educação Digital, Libras Básico e Avançado, Práticas de Letramento e Processo de Alfabetização, entre outros.

Abaixo o folder do seminário.


CONCLUSÃO DO LSE NA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ANÁPOLIS

A Secretaria Municipal de Educação de Anápolis, em parceria com o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação),  realizou  em todas as Escolas, CMEIs e CEIs da rede pública municipal o Levantamento da Situação Escolar ( LSE ), que é uma metodologia de orientação das atividades de coleta de dados, informações e de avaliação do estado da infraestrutura física, dos equipamentos, do mobiliário, dos materiais didáticos, recursos humanos e acessibilidade das escolas, que tem como objetivo geral disponibilizar para a União, Estados e Municípios transparência e uma base de dados que forneça as necessidades e os custos para a adequação e melhoria da Rede Pública de Ensino, tendo como foco principal o aprendizado do aluno. Esse levantamento é uma importante ferramenta de gestão dentro das políticas educacionais do nosso município.
Estiveram envolvidos nesse trabalho, ao longo de seis meses os departamentos da SEMED: Gerência Administrativa, Engenharia , Assessoria Técnica e Transporte Escolar, além de contar com o apoio da Procuradoria Geral do Município e Diretoria de Habitação e Urbanismo. 
O levantamento é uma das exigências do PAR (Plano de Ações Articuladas), para adequação dos estabelecimentos de ensino aos Padrões Mínimos de Funcionamento da Escola (PMFE ) e atende a Resolução CD/FNDE nº 15 de 07 de Junho de 2010, que em seu artigo 4º diz que “ Os Estados e Municípios que pleitearem recursos para infraestrutura, somente serão atendidos se tiverem aplicado o LSE em suas respectivas redes de ensino ”.

Reforma da Escola Ayrton Senna será entregue no mês de julho


A Escola Municipal Ayrton Senna está passando por uma ampla reforma para melhor atender aos alunos. A unidade de tempo integral, localizada no Conjunto Filostro Machado, ganha uma nova e ampla estrutura, que irá oferecer condições para aulas dinâmicas e atividades extra-classe. A entrega está prevista para o mês de julho, dentro da programação de aniversário da cidade.

As obras estão em fase de conclusão e vão oferecer melhores condições aos alunos que permanecem na escola nos dois períodos. A previsão é que a escola dobre a capacidade de alunos matriculados, passando de 350 para até 800 alunos.


O novo padrão conta com dois prédios e uma área externa. São 18 salas de aula, nove salas de oficinas para as atividades de judô, capoeira, dança, artes e música; além de laboratório de informática, cozinha, refeitório, auditório, sanitários, recepção, espaço de convivência e solário. Também estão sendo construídas salas para professores, coordenação e administrativo e um estacionamento com duas guaritas. Do lado de fora, uma quadra poliesportiva coberta com sanitários e vestiários, uma piscina semi-olímpica e uma pequena, um campo society para garantir o lazer das crianças.


Segundo a secretária municipal de Educação, Virgínia Pereira Melo, esta reforma dá condições para que a escola de tempo integral funcione efetivamente. “A ampliação conta com mais salas de aula. Também teremos espaço para desenvolver atividades artísticas, culturais e esportivas. Uma estrutura que faça jus ao projeto de escola de tempo integral,” garante.

Creche
O Centro Municipal de Educação Infantil Dalva Maria Dias Trindade, que funciona nas mesmas dependências da Escola Ayrton Senna – antigo CAIC, também passa por reformas.

A creche irá contar com seis salas de aula com sanitários e solário, duas salas para berçário também com banheiros, sala para vídeo, lavanderia, cantina e refeitório. Para a diversão das crianças, pátio coberto, playground e área verde. (Com informações da ASCOM)

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Convites criativos atraem para as festas Juninas e da Colheita



Criatividade, bom gosto, esmero, originalidade e requinte são adjetivos que qualificam os convites produzidos pelas unidades escolares da Rede Municipal de Educação, para anunciar suas festas Juninas e da Colheita, tradicionalmente realizadas no mês de junho. A beleza dos convites tem também a finalidade de atrair a comunidade para os eventos.

Personalizando os convites com o caráter do tema e dos rituais juninos, as peças são produzidas em forma de bonecas com vestidos coloridos, caracterizando o estilo da vestimenta para a tradicional dança de quadrilha; em forma de bonecos formando um casal, lembrando o ritual do casamento caipira; em forma de barraca, representando o caráter ruralista das festas; em forma de flor, lembrando a beleza da confraternização que hoje é considerada como a segunda maior festa comemorada no Brasil perdendo somente para o carnaval. Neste ano, a criatividade teve destaque: até uma espiga de milho foi transformada em convite.

A maioria das escolas estará realizando suas festas Juninas e da Colheita nos dias 11 e 18, por sugestão da Secretaria de Educação. Algumas porém, antecederam o evento, realizando-o no sábado dia 04; e outras acharam melhor alterar a data para o último sábado do mês, dia 25 de junho. O ponto comum entre todas elas é o envolvimento da comunidade: alunos, professores, gestores, servidores, pais e pessoas da comunidade.

Mais sobre as festas juninas

De origem européia, as festas juninas vieram para o Brasil, trazidas pelos portugueses, na época da colonização. Apresentam vários elementos que não são da cultura brasileira, mas que com o passar dos anos tornaram-se fundamentais para a mesma. Os vestidos coloridos e rodados são originados da indumentária que as senhoras usavam nas festas realizadas pelas cortes na França. A presença da fogueira tem origem na cultura greco-romana e na cultura dos celtas que realizavam suas cerimônias em volta de fogueiras, a fim de agradecer aos deuses pelas boas colheitas.

As festas juninas têm vários símbolos. Os que mais atraem são as comidas típicas, que representam a fartura nas colheitas, principalmente do milho. Com isso, toda festa Junina e da Colheita tem abundância de quitutes produzidos a partir do milho, como: curau, canjica, pamonha, bolo de milho, milho cozido, pé de moleque, paçoquinha, mané pelado, dentre outras.

A festa no Brasil se tornou muito popular, sendo promovida de norte a sul do país. Porém, o nordeste é a região que mais valoriza as festas juninas, inclusive com a realização de concursos para se eleger a quadrilha mais alegre e bonita do Brasil. Dentre os enfeites das festas juninas, o mais comum são as bandeirolas, surgidas numa alusão aos santos celebrados pela Igreja Católica Apostólica Romana neste mês (São João, São Pedro e Santo Antônio), cujas imagens eram pregadas nas bandeirolas durante as celebrações. O casamento caipira surgiu como chacota aos casamentos clássicos.

Prefeitura anuncia vários cursos no CEFOPE para o segundo semestre

Através da Secretaria Municipal de Educação/Centro de Formação dos Profissionais em Educação (CEFOPE), a Prefeitura de Anápolis promove, a partir de agosto, uma série de cursos destinados aos professores, coordenadores e diretores das escolas e CMEIS. Alguns são abertos também aos servidores não docentes.

Ao todo são oferecidos 14 cursos, com carga horária variável de 30 a 160 horas, e número de vagas limitado. As inscrições já estão abertas, informa a diretora do CEFOPE, professora Eliane Costa Anderi.

Cursos disponíveis com 40 horas de duração: Ler e criar é sé começar; Introdução à Educação Digital; Gestão de Conflitos e Relações Interpessoais; e Cuidador.

Cursos disponíveis com 60 horas de duração: Prática de Letramento e Processo de Alfabetização, Módulos I, II e IV; Libras Avançado; Capacitação básica e informática para o corpo docente e não docente; e As várias faces dos contos de fadas.

Cursos disponíveis com mais 80 horas de duração: A arte de tecer contos, cantos e encantos (80 horas); Utilizado o EXCEL/CALC como ferramenta pedagógica para o ensino de matemática (87horas);Utilizando as mídias no contexto escolar (96 horas); e Libras básico (160 horas). Os cursos serão ministrados em três horários. Informações sobre número de vagas, horários e dias da semana pelo telefone 3902.1183.

Crianças do Steckelberg farão passeata ecológica

Por meio da Secretaria Municipal de Educação, e dentro do Projeto de Meio Ambiente desenvolvido junto aos Centros Municipais de Educação Infantil e Centros de Educação Infantil conveniados com o município, a Prefeitura de Anápolis promove uma Passeata Ecológica com as cem (100) crianças assistidas pelo Centro Municipal de Educação Infantil Arnaldo Steckelberg.

A passeata está programada para esta sexta feira às 08:30 horas em volta da unidade escolar, localizada no Bairro São Lourenço. Durante a passeata, os professores acompanhados dos auxiliares de Educação e da gestora Dulcilene Carrijo Mendonça, estarão conduzindo todas as crianças, até os bebês de colo. Os professores estarão mostrando às crianças situações relacionadas ao meio ambiente: lixo jogado na rua, bueiros entupidos, a limpeza do ambiente ao redor da escola.

“Estaremos introduzindo na rotina das crianças a idéia de que limpar o ambiente em que vive é uma ação de defesa do meio ambiente e garantia de futuro saudável”, diz a diretora. A passeata terá um percurso pequeno, mas o objetivo será despertar na criança o interesse em zelar pelo meio ambiente, fazendo também a sua parte.

Gente Pequena também cuida do Meio Ambiente


Por meio da Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura de Anápolis iniciou um projeto de cunho ecológico muito interessante e que visa inculcar nas crianças, desde a mais tenra idade, a responsabilidade para com o meio ambiente. Trata-se do Projeto “Trilha Ecológica no Parque da Matinha”, que trabalha o tema “Água”. O projeto destina-se às crianças do Jardim I e Jardim II dos Centros Municipais de Educação Infantil.

Iniciado nesta terça feira, 7 de junho com 148 crianças dos CMEIS Maria Capuzzo Cremonez (92 alunos) e Jandira Bretas (56 alunos), o projeto se estenderá ao dia 28/06, se encerrando em grande estilo, aliás, como sempre ocorre, todos os anos, na culminância dos vários projetos desenvolvidos pela Educação Infantil, com a participação da comunidade.

O “Trilha Ecológica no Parque da Matinha” foi uma grade festa para os pequenos que conheceram as áreas verdes do parque, as nascentes, e entenderam que ‘gente pequena também cuida do meio ambiente’. Ao final, se deleitaram em um galpão repleto de brinquedos diversos.

Este projeto será realizado às terças e quartas-feiras do mês de junho com continuidade no mês de agosto, informa a professora Eucárice Cabó, assessora de Meio Ambiente da SEMED, que acompanhou os pequenos na Trilha Ecológica.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

SEMED realiza última reunião de gestores do semestre




Nesta quarta feira, dia 08 de junho, a Prefeitura de Anápolis por meio da Secretaria Municipal de Educação reuniu os gestores das escolas municipais, escolas conveniadas e centros municipais de educação infantil no auditório da UEG para a última reunião de diretores do semestre letivo de 2011. Presidida pela professora Virgínia Melo, secretária Municipal de Educação, vários assuntos de importância foram tratados por ela e pelas diretoras dos Departamentos que compõem a pasta da Educação.

Após a saudação aos gestores, a secretária apresentou uma carta endereçada à Semed pela Sra. Rita Maura Carvalho de Oliveira Boarin, mãe de uma menina autista que é assistida pelo Município através do Centro de Educação Infantil Pelicano, localizado no Setor Universitário.

A mãe teceu elogios à unidade escolar, salientando textualmente que “a escola é tudo de bom. Diretora, coordenadora, cuidadora, professores, funcionários, todos parecem que trabalham verdadeiramente e equipe e os resultados apresentados tem sido os melhores”.

Corroborando, a afirmação da autora da carta, a secretária Virgínia Melo, observou que “quando temos a possibilidade de acolher estas crianças e vemos estes resultados positivos é muito bom, é um incentivo para continuarmos a aperfeiçoar nosso trabalho”.

Novidades

A secretária falou das novidades da SEMED para este semestre e para o que se vizinha. Falou acerca da abertura provisoriamente da Escola Municipal Cecília Meireles, no Jardim Ana Cláudia, no mesmo imóvel onde funcionou, em caráter provisório, a Escola Municipal Dr. Anapolino de Faria, transferida para moderna sede no bairro Calixtolândia; e da construção da sede da primeira [escola] no Bairro Copacabana, composto por mais de mil casas populares e entregues recentemente pelos governos municipal e federal aos seus donos; falou sobre a reforma dos CMEIs Jandira Bretas (Vila João Luiz de Oliveira) e Professora Dalva Maria Trindade, no Conjunto Filostro Machado, e da reforma nas escolas municipais Professor Ernst Heeger, no Parque dos Pirineus; e Ayrton Senna da Silva, no Conjunto Filostro, que disporá de muitos recursos para o bom andamento das atividades pedagógicas e esportivas.

Licitação

A secretária anunciou também a licitação das reformas das Escolas Municipais Rosevir Ribeiro de Paiva (Jardim Gonçalves), São José (Bairro São José); Jahir Ribeiro Guimarães (Jardim Guanabara), Clóvis Guerra (Vila Jaiara), e na Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Anunciou a realização de eleições para diretores em novembro e antecipou agradecimentos aos gestores, sobretudo às gestoras Águida Sheila Batista (Centro Municipal de Educação Desembargador Air Borges de Almeida, Vila Norte); Rosângela Rodrigues Bastos (CMEI Professora Dalva Maria Trindade, Conjunto Filostro Machado), e Ana Paula Alves Melo (CMEI Pelicano, Setor Universitário), que estarão se afastando em agosto por força de licença maternidade.

terça-feira, 7 de junho de 2011

SEMED realiza assessoria direta nas escolas

Por meio dos professores lotados na Secretaria Municipal de Educação com a incumbência de assessorar o corpo docente das escolas, a Prefeitura de Anápolis tem estado presente de contínuo nas unidades escolares. Tanto os membros da equipe pedagógica dos Anos Iniciais quanto os da equipe dos Anos Finais vêm cumprindo expediente diário nas escolas, cobrindo os turnos matutino e vespertino.

Seguindo orientação da secretária Virgínia Melo, e da diretora de Educação, professora Ângela Isaac, os professores dos Anos Iniciais trabalham em dupla nas escolas, oferecendo suporte aos professores do 1° ao 5° anos. A mesma orientação é dada aos professores dos Anos Finais (6° ao 9° anos), que atuam no sentido de dar assistência aos professores de cada disciplina.

“Cada área tem um assessor pedagógico atuando junto ao professor responsável pela disciplina”, informa a professora Maria Cristina da Silva, coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação. Ela acompanha a rotina dos professores nas escolas, ao mesmo tempo em que dá o suporte necessário para que o trabalho seja realizado a contento, segundo as diretrizes da Secretaria, em consonância com a Lei das Diretrizes Básicas da Educação (LDB).

Para a professora Cleuza Maria dos Reis, da área de História, esta assessoria direta nas escolas é de fundamental importância para o aprimoramento do trabalho.

Segundo o cronograma traçado, cada escola recebe duas visitas ao mês. Nestas visitas, o assessor pedagógico verifica os cadernos dos alunos, o planejamento do professor, a compatibilidade entre o conteúdo planejado e o conteúdo ministrado, se o mesmo está de acordo com a matriz curricular; fornece material para facilitar as aulas, conversa com os alunos em sala; conversa com os professores sobre as dificuldades na execução do trabalho. “Enfim, procuramos dar um assessoramento completo ao professor, com o objetivo de fazer com que seu trabalho seja desenvolvido dentro do que prevê a Secretaria”, observa Cleuza Reis.